O Rádio no RS - Radiodifusão

O RÁDIO EM SANTA MARIA-RS

O RÁDIO EM SANTA MARIA-RS

A radiofonia na cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul, teve início na década de 40, com a instalação da Rádio Imembuí que foi originária da antiga propaganda falada, uma série de alto-falantes instalada na 1ª quadra da Rua Dr. Bozano, hoje o Calçadão. A sede era no 1º andar do prédio situado na esquina da Rua Dr. Bozano com a Rua do Acampamento, em frente à Praça Saldanha Marinho.

Suas primeiras atividades iniciaram através de um edital publicado no jornal A Razão, no dia 26 de janeiro de 1942. O referido edital convocava os acionistas para uma reunião às 20 horas do dia 13 de fevereiro do mesmo ano, nas dependências do Clube Caixeral Santamariense. Nesta reunião, os acionistas, ou seja, os subscritores de ações realizaram a Assembléia Geral de Constituição e elegeram a diretoria, que foi composta dos seguintes senhores: Dr. Oliva Leite (Diretor Superintendente), Dr. Carlos Brenner (Vice-presidente), advogado e fazendeiro e Gracileu Vaz da Silva.

Seus primeiros funcionários foram: Francisco do Ó, Edith Rau,  Murias Bastos, Pacífico de Assis Berni, Jarbas Berguerestein, Mercedes Alencar, Petronius Cabral, Rodolfo Schwartz, Frederico Germano Kalue, conhecido como Fred Germano, Cézar Asteggiano de Ugalde, Quintino Prol e Ari Faraco (encarregado de vendas). O locutor principal era Francisco do Ó, o primeiro a transmitir pelo rádio uma partida de futebol em Santa Maria (Internacional X Rio-Grandense).

Da sede inicial a Imembuí mudou-se para o 1º andar do prédio localizado na esquina da Rua Dr. Bozano com a Rua Floriano Peixoto, dali para a Rua Dr. Bozano, na 1ª quadra e depois para a Rua Venâncio Aires, onde atualmente se encontra.

O primeiro programa radiofônico “De ouvinte para ouvinte” era escrito por Mercedes de Alencar e apresentado por Frederico Germano Kalue (vulgarmente conhecido como Fred Germano). Este programa era patrocinado pela Casa Lang e Relojoaria Klotz. Outro programa era apresentado por Francisco do Ó. O nome do programa era “Olha a buzina”.

A Rádio Imembuí, a pioneira, teve atuação marcante com novelas radiofônicas, programas de auditório, transmissão de festas e desfiles e muitos outros eventos, servindo até o presente à comunidade santa-mariense e região. Opera em AM e FM.

A Rádio Imembuí S. A., no percurso de seus 68 anos de existência, tem desenvolvido uma programação tanto informativa como cultural e social, ao agrado não somente dos santamarienses como da grande zona coberta por suas antenas.

A rádio atua em prédio próprio, localizado na Rua Venâncio Aires, nº.1980, com uma potência de 10 KW e frequência de 960 KHz, prefixo ZYK-291.

A Rádio Imembuí de Santa Maria foi, durante muitos anos, uma formidável escola de jornalismo. Num tempo em que ainda não havia faculdade de jornalismo em Santa Maria, era um dos espaços importantes, ao lado do Jornal A Razão, para que advogados, economistas e profissionais de outras áreas, vocacionados para o jornalismo, ali exercitassem essa atividade.

Além da Rádio Imembuí, operam na cidade uma rede de emissoras em AM e FM: Rádio Santamariense, criada em 12 de abril de 1954; Rádio Guarathan, inaugurada em 23 de abril de 1960; Rádio Medianeira, criada em 13 de agosto de 1960; Rádio Universidade, inaugurada em 27 de maio de 1968; Rádio Atlântida Santa Maria Ltda., criada em 17 de janeiro de 1979; Rádio Pampa, instalada em agosto de 1988, integra a Rede Pampa de Comunicação; Rádio Nativa FM, criada em 27 de abril de 1989; Rádio Santuário FM, instalada em 03 de maio de 1989; Rádio Transamérica FM, criada em 1º de maio de 1994.