Biografia sobre Radiodifusores

 ILDEFONSO RODRIGUES RAMIRES

 ILDEFONSO RODRIGUES RAMIRES

Gaúcho, advogado, filho de José Ramires Filho e Orphiana Rodrigues Ramires, nascido em Uruguaiana, a 24 de janeiro de 1942, marcou época em sua cidade natal, quando muito jovem trabalhou como radialista, na então iniciante Rádio São Miguel AM 880, e posteriormente na Rádio Charrua AM, emissora pioneira de Uruguaiana, que completou no último dia 20 de setembro, 70 anos no ar. Ele foi aluno do Colégio Maria Moritz, onde hoje funciona o Colégio Dom Luiz Felipe De Nadal, depois estudou no Colégio Dom Hermeto, e curso superior em Porto Alegre.

Ildefonso foi o criador, no ano de 1964, do programa “As 15 maiorais”, que no ano seguinte, já com o comando de Zé Luiz Chiarelli, ficou conhecida como “ As 15 Mais”. Apresentou um programa de muito sucesso aos domingos na Rádio São Miguel, que se chamava “Amostra Gratis”. Também apresentou programas à noite na Rádio do Quero-Quero, com o saudoso Antônio Souza. Foi integrante da equipe de esportes da SM (Rádio São Miguel), tendo a frente José Antônio Degrazia. Se destacou como o “Tio Ramires” , apresentando programa infantil na Rádio Charrua.

Ildefonso foi vereador em Uruguaiana em 1968, também foi vereador na cidade de Cachoeirinha-RS, onde reside, ainda foi Secretário do Governo Municipal daquela cidade, e atualmente exerce o cargo de Procurador Geral da Câmara Municipal de Cachoeirinha.

Em entrevista recente, para a Rádio São Miguel AM 880, Ildefonso falou: “Eu recordo com muita emoção estes tempos marcantes da minha vida, pois afinal o tempo passou, no entanto não imaginava que iria me emocionar tanto, voltando tanto tempo depois a este microfone que foi muito importante para o crescimento de minha vida. O meu primeiro trabalho que tive foi com apenas 17 anos como cortador de cana, na vizinha República do Uruguai, uma vez que um jovem da minha idade, não conseguia nenhuma atividade na Uruguaiana de então, e o pagamento era por empreitada. Depois fui para Porto Alegre trabalhar como servente de pedreiro junto a Mello Pedreira, que foi o meu primeiro emprego de carteira assinada. Agora sim vou falar do meu início no Rádio, pois na grande Porto Alegre existia a Rádio Clube de Canoas, e tinha um filho do guarda da empreiteira que eu trabalhava, que era operador de som desta Rádio. Eu fiz amizade com este rapaz e fui ficando na Rádio sempre a noite e aprendi a trabalhar como Operador de Som. Um ano depois recebi uma carta de meu pai, comunicando que estava funcionando uma nova Rádio em Uruguaiana, que era a Rádio São Miguel. Não deu outra, voltei a Uruguaiana e fiz o teste como Operador e fui aprovado, embora não tendo vaga, logo tive a sorte de ser efetivado. Lembro que eu trabalhava a noite como Operador, e o João Carlos Belmonte, que todos conhecem, como locutor.”

“Na Rádio Charrua eu trabalhei como locutor comercial e de notícias, e tive a oportunidade, em muitas vezes, de substituir o nosso saudoso Mário Pinto no seu tradicional “Expressinho Braspec”. Trabalhei com o Antônio Souza, Mário Dino Papaléo, Ubirajara Nolasco e Mascofe, entre outros”, enfatizou.

“Eu criei aos domingos, pela manhã, na Rádio Charrua, o programa infantil “O Mundo das Crianças”, que fez muito sucesso na época e que me tornou muito conhecido entre os baixinhos de então”, destacou.