LABRE

A ATA DA CRIAÇÃO DA LABRE

A ATA DA CRIAÇÃO DA LABRE

Transcrição do texto da ata lavrada a 02 de fevereiro de 1934, em assembléia realizada no Rio de Janeiro, data que se processou a fusão da Rede Brasileira de Radioamadores com a Liga de Amadores Brasileiros de Radio- Emissão.

Aos dois dias do mês de fevereiro do ano de mil novecentos e trinta e quatro, no salão principal da União dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro, à Rua Gonçalves Dias, presente grande número de rádio-amadores, foi dada a presidência ao senhor doutor Henrique Dolbert Lucas, constituindo a mesa de mais os senhores Capitão do Exército Valdemir Aranha Vieira de Vasconcelos, Capitão do Exército Armando Barcelos Perestrelo, Capital Tenente Gastão Ruch Pereira, Doutor Carlos Lacombe e senhores César Yazbeck, Almeida Prado e Herbert Spencer Rodrigues Bandeira. - Às vinte e uma horas foi, pelo senhor presidente da Meza, aberta a sessão, fazendo, a seguir, um histórico das atividades da Liga de Amadores Brasileiros de Radio Emissão e da Rede Brasileira de Radio-Amadores e, finalmente, da fusão, que no momento se operava, das duas associações. A seguir, passou a palavra ao senhor doutor Carlos Lacombe. Este disse que encontrava-se ali com a missão de apresentar a chapa, chapa organisada de comum acordo com o máximo critério por comissões especiaes da Liga de Amadores Brasileiros de Radio Emissão e da Rede Brasileira de Radio-Amadores, a qual deveria gerir os destinos da nova Labre. Passou a seguir a ler a aludida chapa, da qual se verificou os seguintes nomes - para presidente - Doutor Henrique Dolbert Lucas; para vice-presidente - Capitão tenente José Luiz Belarti; para primeiro secretário - senhor Herbert Spencer Rodrigues Bandeira; para segundo secretário - senhor Jorge Carvalho Martins; para primeiro tesoureiro: senhor José Nogueira; para segundo tesoureiro Capitão tenente Zeta Caldas - para chefe do Departamento de comunicações - Capitão do Exército Lauro Augusto de Medeiros; digo - chefe do departamento de comunicações - Doutor Paulo Pinto Guimarães; chefe do Departamento técnico: Doutor Carlos Lacombe; - chefe do Departamento de instrução - Capitão do Exército Lauro Augusto de Medeiros; chefe do Departamento de Reserva Militar, Divisão do Exército - Capitão Armando Barcelos Perestrelo; chefe do Departamento de Reserva Militar - Divisão da Marinha - Capitão tenente Gastão Ruch Pereira; Conselho técnico - Doutor José Jonotskoff de Almeida Gomes, capitães tenentes Osvaldo de Alvarenga Gaudio e Waldemar F. Porta; suplentes - senhores Erotildes da Silva Neves e Helio Monteiro; Conselho Fiscal - senhores Pedro dos Santos Chermont, capitães tenentes Paraguassú de Sá e Teixeira Martini - suplente: - Major Eduardo Gibson. - Fazendo uso da palavra logo depois do Dr. Carlos Lacombe, o senhor Cesar Yazbeck propoz que, dada a idoneidade mais que conhecida dos componentes da chapa apresentada pelo Doutor Carlos Lacombe, em nome das comissões que a organisaram, fosse a mesma aclamada pelos presentes. Submetido pelo senhor presidente à aprovação a proposta do senhor Carlos Yazbeck foi a mesma aprovada unanimemente, sendo a chapa vitoriosa e a diretoria eleita por aclamação. A seguir, o senhor presidente usando da palavra, propoz aos presentes que fosse prestada uma homenagem à memória saudosa do velho radio amador PY2AU, Doutor José de Azevedo, recentemente falecido. Assim pedia que todos ficassem de pé, em completo silêncio, durante um minuto. Continuando, o senhor presidente propoz, ainda que fosse prestada ali mais uma homenagem a um veterano do Éter. Propunha a assembléia que fosse dado o título de socio honorario ao senhor Cesar Yazbeck, que foi um dos fundadores do amadorismo no Brasil. Fez, a seguir, um breve historico da atividade do senhor Cesar Yazbeck, que ali se encontrava, juntamente com o senhor Almeida Prado, por delegação dos amadores de São Paulo. Submetida à aprovação a proposta do Doutor Dolbert Lucas, foi a mesma aprovada pela assembléia, unanimemente, seguida de uma salva de palmas. Prosseguindo, o senhor presidente teve palavras de reconhecimento para com a comissão elaboradora do Decreto numero vinte e um mil cento e onze e, em particularmente, para a Comissão Técnica de Radio. Realçou a boa vontade que sempre encontrou por parte do senhor Comandante Pereira das Neves e Capitão Valdemir Aranha, na elaboração do Regulamento dos radios-amadores e na constituição da parte relativa às reservas militares. Agradeceu a colaboração do senhor capitão Armando Barcelos Perestrelo e, bem assim, da aceitação daquele oficial e do senhor comandante Gastão Ruch para as chefias das Divisões do Exército e da Marinha do Departamento da Reserva Militar. Prosseguindo, o veterano dos amadores, senhor Vasco Abreu, em brilhante oração, fez um historico do radioamadorismo no Brasil e do papel que ele representava numa nação. Prosseguindo, pediu que, atendendo aos relevantes serviços prestados pelo Doutor Henrique Dolbert Lucas, fosse o mesmo, também premiado com o título de sócio honorário. A oração do senhor Vasco Abreu, foi abafada por uma salva de palmas. A seguir, pedindo a palavra, o Doutor Dolbert Lucas agradeceu a honra da lembrança do senhor Vasco Abreu mas disse que pedia licença para, presentemente, não aceitar tal indicação. Era, disse o doutor Lucas ainda inoportuna e que futuramente sim, a aceitaria. Disse, ainda, que si alguem ali fosse merecedor ainda de tal título esse seria o grande e incansável batalhador pelo radio no Brasil, o Dr. Carlos Lacombe. Voltando, novamente a fazer uso da palavra, o senhor Vasco Abreu, persistiu, em vibrantes termos, na sua proposta. Prosseguindo, o senhor presidente fez ciente aos presentes o seu sincero reconhecimento aos serviços prestados, como verdadeiro amador, pelo senhor Capitão Waldemir Aranha Meira Vasconcelos, PY1BZ, cuja atividade e boa vontade muito concorrerão a realisação da solenidade daquele momento. Fazendo uso da palavra, o senhor Capitão Valdemir Aranha disse que agradeceria sinceramente as palavras do doutor Lucas mas, que si alguma coisa havia sido feito foi graças ao valioso concurso dos doutores Lucas e Lacombe e que, tal reconhecimento já se encontrava no espírito dos presentes através das palavras do Senhor Vasco Abreu. Prosseguindo, o Comandante Luiz Belart, levantou-se e propoz aos presentes que fosse dado aos doutores Henrique Dolbert Lucas e Carlos Lacombe o título de sócios honorários da Liga de Amadores Brasileiros de Radio Emissão. Uma salva de palmas secundou a aprovação unanime da proposta do senhor Comandante Belart. Continuando, o senhor presidente declarou que ia encerrar a sessão visto nada mais, no momento ter a tratar e ninguem mais deseja fazer uso da palavra, agradecendo o comparecimento de todos os presentes e convocando nova Assembléia para sábado, dia tres de fevereiro de mil novecentos e trinta e quatro, as dezeseis horas e trinta minutos, para posse da Diretoria recem-eleita. A sessão foi suspensa às vinte e tres horas.
Segue-se uma relação com a assinatura de 43 pessoas presentes na assembléia.