Artigos sobre Radioamadorismo

Por: AS FABULOSAS ONDAS HERTZIANAS

AS FABULOSAS ONDAS HERTZIANAS

Por Alberto Volkmar Christensen -  PY3ACC

As ondas hertzianas, que nos proporcionam o prazer e a oportunidade de falar com colegas dos mais distantes países deste nosso planeta, também nos ensejam reencontrar, de quando em quando, amigos com os quais havíamos perdido o contato há muitos anos. Foi o que nos aconteceu na semana passada. Estávamos, despreocupados, integrando uma rodada quando alguém nos solicitou subíssemos "dez quilociclos". Atendido o pedido, o colega nos fez a pergunta: Tu és o Fulano? Ao que respondemos afirmativamente. Pois bem, tratava-se de companheiro de infância, que não víamos há 43 anos! Havíamos perdido o contato, por motivo de mudança, quando o mesmo tinha 13 anos de idade e fomos reencontrá-lo, pelas fabulosas ondas hertzianas, agora com 56 anos!  Além do prazer que ensejou este reencontro, pois ficamos entretidos em QSO de quase uma hora, relembrando aventuras da infância, traquinices, passagens da meninice que não esquecêramos; por outro lado, enquanto mantínhamos a conversação, ocorría-nos também pensamento diverso, bastante preocupante: A efemeridade, a fugacidade da passagem do homem por este orbe! Como somos insignificantes face à Eternidade, face ao Infinito!

Este contato, como dissemos, nos trouxe grande prazer e a oportunidade para refletirmos sobre a nossa pequenez diante do Universo e, no entanto, o ser humano parece que não se corrige. E o filósofo adverte: "A vida é muito curta para sermos mesquinhos".

Obs.: Do Boletim Informativo do G9+ de Março/Abril-94.